Temporada de pipas exige cuidados; além do cerol, com brincadeira perto da rede elétrica

Soltar pipa próximo à rede elétrica é um perigo, mas crianças costumam ignorar o alerta

A chegada da temporada de ventos fortes é a combinação perfeita para empinar pipas. Mas apesar de garantir diversão para adultos e crianças, empinar pipa é uma brincadeira perigosa, que oferece uma série de riscos. Brincar perto dos fios de alta-tensão aumenta o risco de acidentes graves, e as descargas elétricas podem ser fatais.

Um outro perigo tem relação com o uso do cerol e da chamada “linha chilena”. Apesar de serem proibidos por lei, quando usados durante a brincadeira, trazem risco para quem está empinando a pipa, para motociclistas e pedestres.

A lei estadual 14.349/2002 proíbe o uso de cerol ou de qualquer outro tipo de material cortante nas linhas de pipas, de papagaios e de semelhantes artefatos lúdicos, para recreação ou com finalidade publicitária, em todo o território do Estado de Minas Gerais. Quem for flagrado usando cerol ou linha cortante está sujeito ao pagamento de multa, que varia de R$ 100 a R$ 1,5 mil, podendo ser agravada.

Além disso, quando menores são flagrados usando cerol e o material provoca acidente, os pais podem ser penalizados por danos a pessoa física, ao patrimônio público ou à propriedade privada

Se liga nas dicas:

• Evite soltar pipas perto de antenas, fios telefônicos ou cabos elétricos. Procure locais abertos como praças e parques.

• Tente soltar pipa sem rabiola, como as arraias. Na maioria dos casos, a pipa prende no fio por causa da rabiola.

• Não empine pipa em cima de lajes e telhados.

• Jamais utilize linha metálica, como fio de cobre de bobinas, linha chilena ou com cerol. Também não faça pipas com papel laminado. O risco de choque elétrico é grande.

• Tenha cuidado com ruas e lugares movimentados, principalmente quando andar para trás. Pode haver algum buraco ou tráfego de veículos.

• Tenha atenção especial com motociclistas e ciclistas — a linha pode ser perigosa para eles mesmo sem cerol. Fique atento para que a linha não entre na frente deles.

• Se a pipa se enroscar em fios, não tente tirá-la. É melhor fazer outra. Nunca use canos, vergalhões ou bambus.

• Ao correr atrás das pipas, tenha muito cuidado com o trânsito.

Zé Guilherme

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content